Escolha uma Página

Nutri, já ouviste falar de produto-íman?

A estratégia de produto-íman é uma das estratégias mais comuns para chegar aos contactos de potenciais pacientes. Consiste em, basicamente, entregar um produto gratuito de alto valor ao nosso potencial paciente em troca do seu contacto de email ou contacto telefónico.

Este produto-íman pode ser um ebook, um desafio por email, uma checklist, uma aula gratuita em vídeo, etc. O formato, no final do dia, não é o mais importante: aquilo que é importante é o valor que este produto entrega a quem faz o download do mesmo.

Este produto-íman tem de ser extremamente útil para o teu paciente; tem de ser capaz de resolver uma dúvida ou necessidade profunda daquele que é o teu avatar. No fundo, o teu paciente tem de fazer o download do teu produto gratuito e pensar “se esta Nutri entrega todo este valor no gratuito, imagino o quão fantásticos são os produtos pagos”.

 

Como criar um produto-íman de sucesso?

Sê estratégica no tema que vais abordar.

Ou seja, garante que o produto-íman que estás a criar está ligado ao produto que tu vendes. O teu produto-íman deve “destapar” a solução que as tuas consultas são capazes de proporcionar porque, desta forma, estás a garantir que todas as pessoas que fazem download deste produto-íman são efetivamente potenciais clientes e estão extremamente interessadas naquilo que a tua consulta pode proporcionar.

Os produtos-íman são, igualmente, um primeiro ponto muito inteligente para funis de venda. Se, mais tarde, quiseres explorar a venda através de email marketing, tens neste grupo um enorme potencial de venda.

Um exemplo prático: vendes um programa de acompanhamento específico de emagrecimento. O teu produto-íman pode ser um ebook de receitas para quem quer perder peso ou uma aula gravada sobre segredos para a perda de peso.

 

O teu produto-íman tem de ser extremamente útil.

Como referi anteriormente, uma das coisas mais importantes para o sucesso do teu produto-íman é o quão valioso este é para o teu público-alvo. Se tu sabes que uma das dores do teu público-alvo é realmente o querer perder peso, o teu produto-íman tem de apresentar soluções para esse problema. Quando mais útil for o teu produto-íman, mais facilmente o teu paciente comprará um produto.

Uma estratégia muito interessante passa por perceber profundamente o que é que neste momento está a impedir o teu avatar de conseguir a transformação que ambiciona – e direcionar o produto-íman nesse sentido.

Por exemplo, é possível que quem queira perder peso não esteja a conseguir fazê-lo porque acha que não tem tempo para cozinhar de forma saudável. Assim sendo, porque não pegar no exemplo anterior e criar um ebook de receitas saudáveis para quem não tem tempo?

 

A oferta que crias para o teu produto-íman tem de ser clara.

Sabes como a oferta que definiste para o teu serviço tem de ser compreendida, Nutri? No teu produto-íman, tem de acontecer o mesmo. Não é por estares a oferecer um produto gratuito que ele não tem de ter uma oferta definida.

O teu paciente tem de perceber o problema que o teu produto-íman resolve, caso contrário não vai fazer o download. Não vale a pena criares um produto-íman a falar do processo que acontece no corpo para o emagrecimento acontecer porque, fora um ou outro curioso, não vais conseguir gerar downloads. Talvez se público-alvo fossem futuros nutricionistas por exemplo, faria sentido, mas se estás a falar para alguém sem conhecimentos de nutrição, estas pessoas não vão compreender a utilidade do produto-íman.

Se a oferta poder ser específica, muito focada em resultados e tangível, melhor. Por exemplo: se quisesses perder peso, que promessa é que te chamaria mais a atenção “como perder peso?” ou “como perder 2 quilos por mês, de forma saudável, sem passar fome?” Provavelmente o segundo, certo? Porque a oferta é mais específica. Há uma promessa clara do que pode acontecer, que parece perfeitamente realista aos olhos do teu paciente.

Não tenhas medo de vender.

O produto ou serviço que complementa aquilo que estás a entregar no teu produto-íman deve estar publicitado dentro do produto-íman.

Neste caso, podes escolher fazer uma comunicação indireta ou direta do produto. Podes, de forma indireta, introduzir o teu serviço no próprio conteúdo do produto-íman, de uma forma subtil. Por exemplo: “este é exatamente um dos problemas dos meus clientes do programa de emagrecimento (link para o programa)” ou “é exatamente sobre isto que falo constantemente nos meus programas de emagrecimento (link para o programa)”. A comunicação de forma direta passa por, por exemplo, por dedicares um momento, dentro do teu produto-íman, exclusivamente à apresentação do teu programa de emagrecimento.

 

Neste momento Nutri, tens tudo o que é preciso do teu lado para criares um produto-íman incrível, que realmente seja útil para poderes comunicar de forma direta com os teus novos potenciais pacientes.

Se ainda sentes dificuldade em compreender estas estratégias de comunicação digital, tens mesmo de te inscrever no curso Nutricoaching: o curso que te vai ajudar a ganhar segurança nas tuas consultas e ensinar-te a explorar as estratégias que te vão permitir angariar novos pacientes de uma forma constante.

Estou à tua espera do outro lado, Nutri!

9 e 10 Maio às 21h30
Inscreve-te AGORA

Inscreve-te AGORA

Dia 15 Junho
Inscreve-te AGORA